terça-feira, 11 de outubro de 2016

O novo edifício do MAAT já abriu



O novo edifício do MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, desenhado pela arquiteta inglesa Amanda Levete (e pelo seu atelier AL_A) já abriu as portas ao público em Lisboa, podendo ser visitado todos os dias (exceto às terças-feiras), entre as 12 e as 20h.


Neste edifício, na Galeria Oval, foi inaugurada a exposição Pynchon Park, da artista francesa Dominique Gonzalez-Foerster, que constitui a primeira parte de Utopia/Distopia (com uma segunda parte agendada para março de 2017, que ocupará a totalidade deste edifício). Na Central Tejo inaugurou The World of Charles and Ray Eames, uma exposição retrospetiva sobre o casal de designers que marcaram o século XX, apresentada em parceria com o Barbican Centre de Londres.


Concertos, DJ sets, performances e instalações marcaram o arranque do novo espaço 
museológico, que estará totalmente concluído em março de 2017. Semiconductor, Nuno da Luz, Haroon Mirza, Ryoji Ikeda, Nástio Mosquito, Zebra Katz, Fatima Al Qadiri e Nídia Minaj, mas também Rodrigo Leão, Dead Combo e Carminho, com atuações na carismática Sala dos Geradores da Central Tejo, foram alguns dos nomes que asseguraram uma celebração à escala da relevância do acontecimento.


A inauguração oficial contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o Primeiro Ministro, António Costa, o Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, os ministros da Presidência, Maria Manuel Leitão Marques, e da Economia, Manuel Caldeira Cabral, entre outras entidades oficiais, e ainda o Presidente da Fundação EDP, António Mexia e a arquiteta Amanda Levete.
       



Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.